Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mamã Silvestre

Mãe de um lindo rapaz e apaixonada pelas coisas simples da vida.

Mamã Silvestre

Mãe de um lindo rapaz e apaixonada pelas coisas simples da vida.

O Verão da minha Infância

Ontem começou oficialmente o Verão (sim porque na prática o Verão este ano começou bem cedo e logo a "matar") e dei por mim a pensar em como era o Verão na minha infância... 3 meses de férias repartido por Lisboa e pela terra dos meus pais, uma terra no interior onde o Verão se faz sentir sempre com temperaturas bem elevadas mas onde o Verão tem outro sabor.

 

Desde muito pequena que comecei a ficar uma temporada das férias grandes em casa dos meus avós, e era lá que me sentia verdadeiramente livre.

 

Uma liberdade que não sabia explicar, mas que agora sei que estava em pequenas coisas, como nos passeios de bicicleta que eu e a minha prima fazíamos religiosamente todos os fins de tarde.

 

Uma liberdade que se "perde" quando crescemos e assumimos certas responsabilidades que não nos deixam alheios às preocupações diárias que teimam aparecer mesmo quando estamos de férias.

 

Uma liberdade que desejamos de novo ter mas que dificilmente irá voltar e que deixa uma enorme nostalgia quando penso no Verão!

1 (2).jpg

Somos o que comemos?!?!

Não, nem sempre “somos o que comemos” e perguntam-me porquê? Porque à uns dias atrás tive esta conversa com o meu filhote:

 

MS: Come as cenouras que fazem muito bem.

R.: Ó mãe quem gosta de cenouras são os coelhos!

MS: Pois gostam, come as cenouras todas e come também as batatinhas e a couve.

R.: Eu não gosto de couve.

MS: Come que são muito boas, foi a avó L. que deu.

R.: Ó mãe tu gostas de couve?

MS: Sim gosto muito!

R.: Então és uma cabra… quem gosta de couves são as cabras.

MS:

 

E pronto é isto que ganho por deixar o rapaz ir dar as folhinhas de couve, que a avó L. tem na sua horta, às cabrinhas.

 

1313785140998808358w81FkQKc.jpg

Bom fim de semana.

MS

Mudar foi bom... difícil... mas bom!

Conhecem aquela sensação que de um dia para o outro tudo muda?

 

Acho que todos passamos uma fase que parece que nada vai mudar... é tudo igual todo o santo dia!!!

 

Pelo menos para mim era, pois nunca fui de grandes aventuras e tinha a minha vida bem organizada... pelo menos até casar... com o casamento parece que tudo mudou... ou melhor aconteceram várias mudanças que "mexeram" na minha rotina e por isso parecia que de um dia para o outro tudo tinha mudado... era tudo novo... uma nova vida!

 

Explicando melhor, casei em Fevereiro de 2013 e fiquei grávida nesse mesmo mês... logo ai duas grandes e boas mudanças... mas com o casamento também mudei de habitação, mudando também de concelho e de distrito. Mudei os horários, os meus hábitos diários e as minhas obrigações. Até o corpo com todas as transformações da maternidade estava a mudar!

 

Andei uns tempos meio "perdida"... cansada... não conhecia nada, nem ninguém na minha nova zona de residência (excepto o S. claro)... até apanhar um simples autocarro para Lisboa parecia um filme (pois até o carro se avariou numa manhã antes de ir para o trabalho)... e isto para quem desde cedo sempre se movimentou quase de olhos fechados, quer fosse a pé, de transportes públicos ou de carro.

 

Vivíamos a 30 km de Lisboa, mas lembro-me que fazíamos tudo em Lisboa... era preciso ir ao médico... vamos a Lisboa, jantar fora... Lisboa, comprar qualquer coisa para casa ou para o nosso futuro bebé... Lisboa!!!

 

Nunca disse isto a ninguém, mas hoje confesso que cheguei a pensar que tínhamos sido precipitados, que tinha sido um erro comprar casa "tão longe" dos nossos empregos, das nossas famílias, dos nossos amigos!

 

Neste momento, passados mais de 3 anos desde esta mudança, e fazendo um balanço, acredito que escolhemos bem! Já estamos ambientados, já conhecemos algumas pessoas, os principais locais... já sentimos que pertencemos aquele sitio! O que parecia longe agora parece perto e a rotina já está de volta!

 

Sei que há quem defenda que a rotina não traz nada de bom, e que até é prejudicial nos relacionamentos, mas eu discordo... acredito sim que há boas rotinas, que nos ajudam a ser mais serenos e tranquilos no nosso dia à dia! E que também há boas mudanças que, apesar de difíceis, trazem para as nossas vidas um novo sentido!

 

Boas mudanças e boas rotinas :)

MS 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Direitos de Autor

Algumas imagens utilizadas no Blog não são da minha autoria e podem não estar devidamente identificadas. Caso alguma esteja protegida por copyright, agradeço que me contactem, para que tome as devidas providências. Obrigada!!! mamasilvestre@sapo.pt

Calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.