Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mamã Silvestre

Mãe de um lindo rapaz e agora também de uma linda princesa.

Mamã Silvestre

Mãe de um lindo rapaz e agora também de uma linda princesa.

Quando eles entram para a creche pela primeira vez...

1st day school.png

 

 A C. já está super integrada na escolinha, hoje quando entrei e uma das auxiliares a chamou para o colo, ela abriu os braços, olhou para mim e lançou-me um sorriso como quem diz "vai mamã que eu fico bem"!

 

Confesso que hoje fiquei super descansada, pois aquele choro dos primeiros dias já não existiu, e porque pela primeira vez não a entreguei e sai pé ente pé ou a correr, como se fosse "a fugir à policia".

 

Na véspera do seu primeiro dia veio-me à memória a entrada e a integração do R. essa sim muito difícil e que durou muito mas muito tempo... todos os dias durante o primeiro ano ficou a chorar e eu saía a chorar, chorava para dentro para não mostrar a ninguém as minhas fraquezas... ninguém imagina o que chorei.

 

No 2º ano o choro começava em casa e o meu desespero também, mas mais uma vez a minha tristeza de o ter que levar era disfarçada com um sorriso na cara e "segue em frente que atrás vem gente". No 3º ano, as coisas melhoraram, pois apesar de não ir com cara de muitos amigos o R. já não dava grande "espectáculo".

 

Disseram-me que os rapazes são muito mais difíceis, porque são mais agarrados à mãe, mas na véspera do primeiro dia da C., nem essa ideia me animava e o meu coração já andava aos saltos, e sentia aquele aperto só de imaginar como iria ser com ela.

 

Mas com ela foi diferente, e não é por não ser "tão agarrada à mãe" é porque cada ser humano tem as suas características, os seus feitios e reage de maneira diferente as situações com que se depara. Pois quando a mãe chega ela é tão agarrada à mãe como o irmão.

 

E por ai? Ainda se lembram do primeiro dia dos vossos filhotes?

 

Beijinhos, abraços e um excelente fim de semana!

MS

 

O que vamos vestir hoje...

 

Este tempo realmente não lembra a ninguém, de manhã chove, à tarde aquece, de noite arrefece... ufa, isto é preciso fazer um esforço para decidir o que vestir de manhã e dê para acompanhar as quatros estações que temos num só dia. E se para nós adultos já é difícil, imaginem para quem tem crianças pequenas na escola.

 

O R. já à cerca de duas semanas que tem levado a farda (t-shirt+calções) mas hoje, quando vi o tempo assim para o chuvoso e frio, decidi que ele ia levar a bata (manga comprida), nem imaginam... foi um drama... "porque eu quero é a farda"... fez birra, mas como me estava a fazer confusão ele ir tão à fresca, para o convencer vesti-lhe uma t-shirt dos avengers (que ele adora) e disse-lhe que os amigos também levavam bata, com a ajuda do pai lá o convencemos que a bata é melhor nos dias de chuva, chego à escola e na sala era uma confusão uns com bata, outros farda, e ele olha para mim e faz um olhar tipo... "estás a ver, eu bem te disse!!!"

 

Uma pessoa não sabe mesmo o que lhes vestir: se vão à fresca ficam doentes, se vão agasalhados têm calor... Ò tempo decide-te por favor!

 

Bom dia, apesar da chuva, é o que vos desejo!!!

MS

 

 

Hoje foi assim...

 

... várias mães com os braços no ar, a despedirem-se das suas crias pela primeira vez e com uma lágrimazita no canto do olho. Foi bom ver que não era a única a "fritar a pipoca".

 

É engraçado ver que as preocupações das mães são todas iguais... "será que vai ter frio?", "não sei se mando comida suficiente?!", "a mochila está pesada", "não te afastes da professora", "faz tudo o que as educadoras mandam".

 

Agora é esperar que tudo corra bem e que não chova... 

 

Bom fim de semana a todos,

MS

 

Custa mas temos que os deixar voar...

Todos os anos na escolinha organizam um passeio que marca o fim do ano lectivo, normalmente acontece em Maio e todos os anos têm convidado os pais para participarem o que torna o passeio num autêntico convívio entre pais, crianças e comunidade escolar.

 

Mas este ano, surpresa das surpresas, os pais vão ficar de fora da iniciativa, não por não quererem ir (porque quase todos queríamos ir) mas sim por decisão da direcção da escola... e ainda por cima este ano que a visita vai ser a um sítio que o R. anda mortinho por ir... o Dino parque da Lourinhã. Eles andam numa euforia desmedida há muito tempo!

 

Já eu ando aqui numa mistura de sentimentos... ando feliz porque vejo o entusiasmo dele, e nostálgica porque vejo que o meu bebé já não é tão bebé assim, está a ficar crescido e cada vez mais a libertar-se das saias da mãe! Mas também ando preocupada com o peso da mochila, com o que devo ou não mandar para ele comer, se vai ter frio ou calor... sim porque isto lá para aqueles lados nunca se sabe, se vai correr tudo bem (espero bem que não se esqueçam dele lá )... sei lá ando para aqui com os pensamento a mil, sabem como é, não é?!... uma verdadeira mãe galinha!!!

 

E sabem que mais??? É já amanhã... acho que hoje não dorme ele com a excitação nem eu com a preocupação...

 

 

E por ai já alguém foi ao Dinoparque???

 

Beijinhos,

MS

Quando vou às compras é assim...

comprar roupa.jpg

 

... é verdade, tem me acontecido tantas e tantas vezes. Saiu de casa a dizer que tenho que sair para comprar uma roupitas porque já não tenho nada que vista (estão a ver o género, não é?). Lá vai ela toda contente e quando chega às lojas é a loucura, sim a loucura mas fico-me sempre (quase sempre) na secção de criança e bebé e lá acabo por perder mais tempo a ver roupas para eles do que para mim.

 

Há mais alguém por ai assim?

 

Beijinhos,

MS

Sabes que estás a envelhecer...

... quando a estagiária te diz que não te consegue tratar por tu porque já és uma pessoa com mais idade!!!

 

É verdade só a uns dias me caiu a ficha, uma pessoa anda aqui a pensar que ainda é uma miúda nova, quando num abrir e fechar de olhos todo o mundo desaba à frente dos nossos pés .

 

Aqui na Empresa, temos o hábito de tratar todos os colegas por você, com excepção do pessoal mais novo (nos quais me incluo pois por acaso até sou a mais nova) que se tratam entre si por tu... à pouco tempo entrou uma estagiária que tem passado pelos diferentes departamentos e quando chega até mim e estamos à conversa sobre vários assuntos ela questiona o facto de tratarmos todos por você, expliquei que era um pouco a cultura da Empresa, mas que o pessoal mais novo já se trata mais informalmente e que se ela quisesse podia-me tratar por tu pois estava à vontade. Respondeu logo que não conseguia, porque como eu era mais velha, ela não se sentia à vontade para isso... Se vissem a minha cara, e a dela .

 

Mas tenho uma novidade para ela... os 30 são os novos 20...

links72.jpg

 

Bom fim de semana a todos!!!

Beijinhos e abraços,

MS

Vacinas o terror de todas.... as mães!!!

vacinas (2).jpg

Ontem foi dia de cumprir calendário e levar a pequena C. ao centro de saúde para a consulta dos 6 meses e as respectivas vacinas. É daqueles dias que se pudesse riscava do meu calendário pois aquilo é coisa para me deixar com os cabelos em pé, ou não fosse uma roda viva de "veste" e "despe" a criança, e uma maratona de perguntas à mãe sobre se o bébé "já faz isto" ou "já faz aquilo".

 

Por fim, e para concluir a manhã em beleza temos sempre as boas das vacinas que sinceramente acho que deixam as mães mais tensas que os próprios bebés... ontem achei graça que a mãe que entrou depois de mim estava super nervosa e começou logo a conversa com a enfermeira dizendo-lhe para esta se preparar para o choro da criança, e eu olho para a criança e esta estava super serena.

 

Eu confesso que me fui habituando às vacinas mas, das primeiras vezes com o R., eu tinha mais vontade de chorar do que ele... com a C. aprendi um truque com uma enfermeira (quando fiz o teste do pezinho dela) que tem resultado e que vou deixar como dica às futuras e recém mães que amamentam.

 

Na altura da vacina, ou teste do pezinho, se o vosso bebé ainda mamar coloquem-no ao peito e deixem-no estar a mamar... ele praticamente não liga... só resmunga um bocadinho quando sente a picada mas depois continua a mamar como se não tivesse acontecido nada.

 

Outra coisa que vou partilhar convosco, meio em jeito de desabafo, meio em jeito de alerta, para quem possa estar interessado, foi o facto de uma das vacinas fora do plano nacional de saúde, a vacina anti-rotavirus, que existe à venda no mercado com o nome de rotateq e rotarix, estar esgotada, os dois laboratórios que as produzem não estão a produzir e estas estão esgotadas em quase todas as farmácias... eu tive sorte e depois de muita procura lá consegui a arranjar numa farmácia mas só havia uma embalagem e todas as outras farmácias não a tinham em stock nem informação de quando voltariam a ter, ou seja, o pessoal anda a pagar (não é coisa pouca) e depois sem estar à espera depara-se com a possibilidade de não completar todas as tomas porque o laboratorio não está a produzir. Mas no meu caso tudo se resolveu.

 

Em jeitos de despedida aproveito para desejar a todas as mães um excelente dia da mãe e bom fim de semana para todos.

Beijos e abraços,

MS

Já com 6 meses

pés (2).jpg

 

É verdade a minha pequena C. faz hoje 6 meses... parece que foi ontem que descobri que estava grávida e a fim ao cabo já se passaram estes meses todos. 

Olho para ela e já está a ficar uma bebé crescida... quando está ao colo já se senta toda direitinha, brinca imenso tantos com os seus brinquedos, como com o seu próprio corpo ou com o nosso, sim porque a princesa adora mexer nas nossas mãos. Fala imenso... a maneira dela, mas fala.

Muito curiosa e atenta a tudo, dá grandes gargalhadas quando o irmão começa a fazer as suas palhaçadas e rasca um sorriso enorme quando vê a mãe e o pai.

Adora música, já se mexe ao som da mesma, já gosta de ver os desenhos animados com o irmão e adora novas tecnologias... tablets são uma perdição.

Agora com meio ano de idade vamos iniciar novas aventuras e vamos continuar a vê-la crescer dia após dia, conquistando novas etapas.

Hoje estou nostálgica... parece que foi ontem que a colocaram nos meus braços... mas já foi à 6 meses.

 

Beijinhos,

MS

Educação à mesa

Ontem tive mais uma reunião na escola do R., aliás todos os períodos (logo desde que ele entrou no 1º berçário) as educadoras organizam estas reuniões de pais para dar a conhecer a evoluir do grupo no geral.

 

Entre outros assuntos foi falado das regras à mesa ou melhor da falta delas, pois falando de crianças com 3 e 4 anos, em grupos de 25, é difícil faze-los cumprir todas as regras que os adultos lhes incutem.

 

Segundo a educadora, apesar de estarem melhores no que diz respeito a esta situação, alguns (muitos) deles ainda não conseguem usar os talheres nas devidas condições e muitas vezes lá se desenrascam com o que têm à mão, como quem diz, com as mãos.

 

E prosseguiu dizendo que várias são as vezes que fecha os olhos e acaba por lhes dar uma colher para os ajudar com alguns alimentos mais difíceis de comer com garfo e faca para que esses não usem as mãos.

 

Não sei quanto aos outros pais, mas a mim esta situação não me choca, pois penso que apesar de ser importante ensinar as nossas crianças estas regras à mesa, não devemos ser exigentes ao ponto de obrigar uma criança com pouco mais de 3 anos a comer de garfo e faca certos alimentos, quando podem perfeitamente usar uma colher. E mesmo que usem as mãos de vezes em quando será que isto significa “falta de educação” à mesa?!

 

Durante aquela conversa lembrei-me deste poema que eu acho uma delícia:

 

À mesa

A mãe, se me vê comer com a mão,
prega-me logo uma lição!

Então, tentei comer com o pé:
Tirei o sapato, tirei a meia…
Ia levando uma tareia!

Mas amanhã não ralham comigo,
pois vou comer pelo umbigo.

Luísa Ducla Soares, in Poemas da Mentira e de Verdade

 

Bom fim de semana.

Beijinhos,

MS

Mais sobre mim

imagem de perfil

Direitos de Autor

Algumas imagens utilizadas no Blog não são da minha autoria e podem não estar devidamente identificadas. Caso alguma esteja protegida por copyright, agradeço que me contactem, para que tome as devidas providências. Obrigada!!! mamasilvestre@sapo.pt

Calendário

Outubro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.